Entenda por que a Lava Jato diz que Lula é dono de sítio em Atibaia



A Justiça Federal começa a ouvir nesta segunda-feira (5), em Curitiba, testemunhas que poderão fornecer informações detalhadas sobre a ligação do ex-presidente Lula com um sítio localizado em Atibaia, cidade a 70 quilômetros da capital paulista.


Segundo o Ministério Público Federal, por meio da Lava Jato, o petista seria o "dono de fato" da propriedade, que está em nome de um dos sócios do filho do ex-presidente. A acusação alega que Lula teria recebido o sítio para favorecer empreiteiras em licitações da Petrobras.


Conheça alguns dos motivos que levam o MPF a crer que o petista seja o dono do sítio:

. Registros de pedágios mostram que, entre 2011 e 2016, carros supostamente ligados ao ex-presidente fizeram ao menos 270 deslocamentos ao sítio a partir de São Paulo, média de uma vez a cada quatro dias;


. Objetos pessoais do petista e da ex-primeira-dama Marisa Letícia foram encontrados na propriedade, tais quais: roupas com os nomes do casal, documentos atribuídos a eles com projetos para o sítio e uma agenda de Lula;

. Há no local um barco com a inscrição "Lula e Marisa" e mesas com o brasão "LM desde 1974", em alusão ao ano de casamento de Lula e Marisa;

. Documentos relativos a compra de pedalinhos foram encontrados no sítio;

. Segundo o MPF, não há na propriedade objetos pessoais dos proprietários oficiais.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!