'Não posso permitir que Delfim seja acusado de corrupto', diz Lula


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez declarações em desagravo ao ex-ministro da Fazenda Antônio Delfim Netto, que foi alvo de mandados de busca e apreensão pela Operação Lava Jato há uma semana. Lula ligou ontem para o ex-ministro, que foi conselheiro dos governos petistas, em solidariedade. "Não posso permitir que com quase 90 anos Delfim seja acusado de corrupto por fazer uma consultoria", disse o petista. Ele afirmou que não há no País "nenhum consultor da capacidade de Delfim Netto para discutir projetos". Ao fazer a defesa, Lula, que foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na mesma operação, disse que não deseja para outros o que também não quer para si. Ao fazer um discurso se defendendo das acusações, e prometendo ser candidato novamente este ano, o ex-presidente disse que se for eleito vai eliminar a exigência de declaração de Imposto de Renda para quem ganha até cinco salários mínimos. (Estadão Conteúdo)
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!