'Vim, vi e venci', afirma Fernando Segovia ao deixar cargo de diretor-geral da Polícia Federal


O ex-diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, avaliou bem a sua passagem pelo órgão, apesar de ter ficado apenas três meses no posto. Em seu discurso de despedida, nesta sexta-feira (2) ele usou uma frase atribuída ao imperador romano Júlio César e disse: "Vim, vi, venci". Segovia foi designado para trabalhar na embaixada do Brasil na Itália. "Vim, vi e venci. É assim que me sinto. Combati o bom combate, terminei a corrida, mantive a fé", comentou o ex-diretor-geral da PF. A passagem de Segovia pelo posto foi conturbada especialmente em razão de um inquérito que investiga o presidente Michel Temer. Em entrevista à agência Reuters, ele indicou que arquivaria o caso por falta de provas. A declaração gerou insatisfação em meio a grupos que representam policiais federais e provocou polêmica. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, chegou a encaminhar um ofício ao Supremo Tribunal Federal pedindo que o então diretor-geral da PF ficasse impedido de interferir no inquérito. Segovia foi substituído no cargo por Rogério Galloro, que tomou posse oficialmente também nesta sexta. A troca foi anunciada pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, em seu primeiro dia à frente da pasta recém-criada. Com a mudança no governo, a Polícia Federal passa a estar subordinada ao novo ministério.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!