Relator Recebe Denúncia Contra Lúcio No Conselho De Ética; Pedido De Vista Adia Votação.


O deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) deve ser alvo de inquérito por quebra de decoro parlamentar, no entendimento do relator do processo no Conselho de Ética, deputado Hiran Gonçalves (PP-RR). No voto proferido nesta quarta-feira (4), Gonçalves considerou que "deve prevalecer o princípio 'in dubio pro societate', sem que se queira adiantar qualquer juízo sobre a prática, ou não, das faltas éticas e de decoro imputadas ao deputado Lúcio Vieira Lima" para justificar o voto favorável ao recimento da representação dos partidos PSOL e Rede e eventual instauração de processo. No entanto, o deputado delimitou os fatos referentes a denúncia inicial do Inquérito 4633, em tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF) - que investiga os crimes de lavagem de ativos, associação criminosa, peculato e corrupção passiva. Apesar de ser favorável à instalação do processo no Conselho de Ética, o parecer de Gonçalves não foi votado no Conselho de Ética. O colegiado firmou um acordo para pedido de vista conjunto dos processos em julgamento no conselho, que inclui as representações contra os deputados Paulo Maluf (PP-SP), em prisão domiciliar em São Paulo, e Celso Jacob (PMDB-RJ) e João Rodrigues (PSD-SC), que cumprem pena na penitenciária da Papuda, em Brasília.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!