Escola é acusada De Barrar Aluno Diabético Na Itália.


Uma escola da cidade de Lecce, no sul da Itália, foi acusada de proibir que um menino diabético de 9 anos frequentasse a instituição por conta da doença.


De acordo com a mãe da criança, desde abril ele vem sendo proibido de assistir as aulas em decorrência da doença. A escola decidiu que o menino só poderia frequentar o local caso estivesse acompanhado pela mãe.

"Nunca negamos o acesso ao aluno, não estávamos preparados para lidar com qualquer emergência e pedimos um tempo", explicou a escola em nota.

A mãe da criança, que é de origem marroquina, entrou com uma ação contra a escola e o caso só foi decidido na última terça-feira (8). Após diversas reuniões, o menino foi autorizado a voltar para a escola.

"Quando seus colegas de classe o viram, eles o abraçaram, mas ele continua me perguntando por que o perseguiram. Eles o fizeram se sentir estranho, doente e diferente dos outros, e isso dói", disse a mãe do estudante.

O menino possui diabetes tipo 1, um nível comum de ser diagnosticado em crianças e adolescentes. Os portadores dela necessitam tomar injeções diárias para manter a glicose no sangue.(ANSA)

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!