Incêndio Atinge Apartamento e Assusta Moradores De Prédio Nos Jardins.


Um incêndio em um apartamento assustou moradores do condomínio Três Marias, na região dos Jardins, zona sul de São Paulo, na madrugada desta terça-feira (8). O incidente ocorre uma semana após desabamento de um prédio que pegou fogo no centro da capital.


O incêndio começou por volta das 2h em um apartamento no quinto andar do prédio de 18 andares localizado na esquina da rua Haddock Lobo com a avenida Paulista. Ao menos duas pessoas feridas e uma por inalação de fumaça foram levadas a hospitais da região.

Onze equipes dos bombeiros foram enviadas ao local para combater o fogo, que foi controlado rapidamente. Segundo o Corpo de Bombeiros, a possível causa do incêndio foi um curto-circuito porque os disjuntores estavam desarmados.

A auxiliar de enfermagem Angélica Soares, 19, que mora em um apartamento com outras duas pessoas no quarto andar, disse que acordou assustada com o barulho de alguém gritando: "fogo, fogo no prédio".

Quem gritava era o morador de rua Pedro Máximo da Paixão que estava em um barraco em frente ao prédio. Ele disse que foi a sua cachorra, a Duquesa, que avisou sobre o incêndio.

"A Duquesa começou a latir demais e, como o pessoal reclama, eu fui chamar a cachorra. Vi o o fogo e comecei a gritar pelo nome de uma moradora do prédio e a apertar a campainha na portaria na avenida Paulista".

Segundo Paixão, um operário de uma construção próxima também tentou ajudar e começou a chutar a porta de entrada do prédio, que ficou com os vidros quebrados. "Ele machucou a perna chutando a porta, mas a heroína na verdade foi a Duquesa", falou.

O advogado Raul Mata, 28, que divide o apartamento com Angélica e outro amigo, falou que viu o reflexo do fogo no vidro de uma loja de departamento em frente ao edifício e a labareda no apartamento acima do seu. "Meu pai idoso estava em casa, foi uma correria para ajudá-lo e pegar o cachorro", disse.

Um dos porteiros foi o primeiro a avisar o zelador do condomínio, Carlos José Ferreira Santos, que o orientou a desligar a energia do apartamento atingido pelo fogo e a descer os elevadores para o térreo.

Em seguida, ele começou a receber inúmeras ligações de outros moradores.

O zelador disse que os moradores começaram a deixar prédio desesperados porque não sabiam o que estava acontecendo. Na correria, uma mulher torceu o joelho. "Tinha gente descendo gritando e crianças chorando".

Segundo Santos, para fugir do fogo um dos moradores passou pela janela do apartamento para outro vizinho. O outro homem não conseguiu e acabou inalando fumaça

As causas do incêndio serão investigadas, segundo o Corpo de Bombeiros. Com informações da Folhapress.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!