Lavradores em regime de escravidão são resgatados de fazenda em Porto Seguro



Trinta e nove lavradores que trabalhavam em condições degradantes em uma fazenda no distrito de Caraíva, em Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia, foram resgatados por uma força-tarefa da Comissão Estadual para Erradicação do Trabalho Escravo (Coetrae), nesta quinta-feira (24). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que participou da ação, os trabalhadores saíram do município de Murici, na zona da mata alagoana, na semana passada, para trabalhar na colheita de café, sob a promessa de salários, alimentação e hospedagem. O dono da fazenda assinou um termo de ajuste de conduta com o Ministério Público do Trabalho (MPT), se comprometendo a pagar as rescisões e indenizações por danos morais a cada lavrador, a ressarcir os valores cobrados deles na viagem de Alagoas até a fazenda e a providenciar o retorno às suas residências, entre outros deveres. Os valores previstos para cada um deles não foram divulgados para não expor as vítimas. O empregador também arcou com as despesas da hospedagem e da alimentação dos dias em que permaneceram em Itabela e do período da viagem até Murici.

Os auditores do Ministério do Trabalho que atuaram no caso ainda vão concluir o relatório de inspeção, mas já adiantaram que a fazenda será autuada por todas as irregularidades detectadas, tanto nas condições de alojamento, quanto de saúde e segurança dos trabalhadores. (Bocão News)
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!