MP-SP investiga caixa 2 de CCR para campanha de Alckmin


O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) está investigando um esquema de caixa 2 da empresa CCR para a campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) em 2010. De acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo, delatores da CCR, maior concessionária de estradas do país e quinta do mundo, afirmam que repasses de R$ 5 milhões foram realizados para o tucano. O dinheiro teria sido entregue ao cunhado de Alckmin, o empresário Adhemar Ribeiro. A CCR é impossibilitada de fazer doações eleitorais por ser concessionária de serviços públicos. Ao promotor José Carlos Blat, relatos definem que a CCR foi doadora de R$ 23 milhões a três políticos do PSDB entre 2009 e 2012. Além de Alckmin, Aloysio Nunes, ministro das relações exteriores e o senador José Serra também aparecem como beneficiados. A assessoria do ex-governador Geraldo Alckmin diz desconhecer a investigação sobre a suposta doação da CCR.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!