Argentina encara muralha islandesa em estreia na Copa



A Argentina estreia na Copa do Mundo 2018 no próximo sábado (16), em Moscou, com a pressão de ser a favorita e com o desafio de derrubar a muralha defensiva que a Islândia irá erguer para tentar segurar Lionel Messi.

O país europeu, considerado um adversário teoricamente fraco, se tornou uma faca de dois gumes. A Islândia chega à Rússia com a expectativa de disputar a primeira Copa de sua história mas sem complexos, sem nada a perder e com prioridades muito bem definidas.

“Chegamos com uma equipe consolidada, muito bem preparada. Espero uma Argentina decidida, com muitos valores para demonstrar que segue sendo uma potência futebolística”, disse o técnico Jorge Sampaoli.

O treinador da Argentina trabalha contra o relógio para aperfeiçoar a posse de bola, superar as linhas de pressão do adversário e limitar as ações de bola parada, principal arma da Islândia.

“Trabalhamos muito pensando nesse adversário, como atacar e como defender. Com certeza teremos um jogo muito duro, eles se defendem muito bem, de maneira muito compacta”, declarou Caballero, o goleiro titular da Argentina.

Sampaoli, conhecedor do estilo de jogo islandês, colocará em campo uma equipe com Salvio na lateral direita, em uma demonstração de que a Argentina buscará chegar à linha de fundo com o maior número de jogadores possível para furar o bloqueio europeu.

Com Mascherano e Biglia na retaguarda; Messi, Di Maria e o surpreendente Meza serão os responsáveis pelas jogadas de criação e talento no meio de campo, enquanto Agüero estará esperando sua chance de finalizar na ponta do ataque.

Agüero venceu a concorrência com Higuaín para ser o centroavante da Argentina e terá a responsabilidade pela árdua missão de colocar a bola no fundo das redes adversárias, algo que faltou à equipe nos torneios mais recentes, como nas finais da Copa de 2014 e nas Copas Américas de 2015 e 2016.

Fator Messi
“Não tenho nenhuma fórmula mágica (para parar Messi). Todos tentaram pará-lo e ele sempre encontrou um jeito para marcar. É um dos melhores jogadores do mundo. Tudo que fizermos será feito juntos, nos ajudaremos entre nós e tentaremos como equipe”, comentou o técnico islandês Heimir Hallgrímsson.

O treinador deve apostar na força da defesa, nas jogadas de bola parada e no talento de Sigurdsson para iniciar os contra-ataques de uma equipe muito bem trabalhada e pronta para deixar sua marca.

“A Argentina pode ser uma equipe superior no papel, mas já provamos no passado que podemos conseguir bons resultados contra grandes equipes”, alertou o meia Rurik Gislason.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!