MP investiga irregularidades no aluguel de ambulâncias do Samu pela prefeitura de Salvador


O Ministério Público da Bahia (MP-BA) instaurou um inquérito civil para apurar irregularidades no aluguel das ambulâncias que são utilizadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Salvador. A investigação do MP iniciou em janeiro de 2017 e foi convertido em procedimento investigativo preliminar em maio do mesmo ano. De acordo com a promotora Rita Tourinho, responsável pela investigação, a denúncia aponta que os alugueis das ambulâncias custariam mais ao poder público do que, efetivamente, a aquisição dos veículos. "Estamos fazendo diligências para que eles comprovem que há uma economicidade na questão dos alugueis e não da aquisição das ambulâncias", afirmou Rita ao Bahia Notícias. O inquérito civil foi determinado nesta terça-feira (11) pela promotora de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa e publicado nesta quarta-feira (13) no Diário Oficial de Justiça. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) afirmou não ter conhecimento do conteúdo do inquérito civil e que, por isso, não iria se pronunciar sobre o assnto. "Não fomos notificados. Apuraremos os fatos para prestarmos os devidos esclarecimentos", disse a pasta em nota. Apesar da secretaria alegar que não foi notificada, a movimentação do inquérito civil consta que diligências foram realizadas com a SMS e com a Secretaria Municipal de Gestão em julho e setembro de 2017, respectivamente.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!