Pela Primeira Vez: Vice-Presidente e Secretários Renunciam Aos Cargos Na Mesa Diretora Da Câmara De Santo Antônio.


O vice-presidente da Câmara de Vereadores de Santo Antônio de Jesus, Pedro Ribeiro, conhecido Pedro de Têca (PSD); junto com o policial Altemir Dias (PTN) - 1º secretário; e Gerson Pereira, popular Irmão Gerson - 2º Secretário; renunciaram pela primeira vez na história da Casa Legislativa, na sessão desta terça-feira (05), aos cargos que ocupavam na Mesa Diretora. Segundo os vereadores, a decisão foi motivada devida a falta de dialogo do presidente Antônio Nogueira, popular Tom (PSB) com os colegas da Mesa, e da denúncia de gastos da empresa que está realizando as reformas da nova Câmara de Vereadores no valor R$ 1 milhão (relembre).

O vice: O vice-presidente, Pedro de Têca garantiu que está saindo de cabeça erguida, “esse hum milhão gastos naquela nova Casa, nenhum dos 3 membros da Mesa assinou nenhum documento, por que não tivemos conhecimento de nenhum documento fornecido pelo presidente desta Casa, a partir da próxima sessão vamos estar sentados na Tribuna com muita honra e muito orgulho, espero que os vereadores que venham assumir esses 3 lugares, deixados pela primeira vez na história de Santo Antônio de Jesus, pois a politica tem mudado e vai continuar mudando na hora de conduzir qualquer cidadão para esta Casa. Dizer que as 3 cadeiras estão desocupadas e o sossego do presidente agora vai voltar”, desabafou Pedro. 

Convocação de nova Mesa Diretora: Já o presidente da Câmara, Tom, protocolou e aceitou o pedido de renuncia dos vereadores e tratou logo de convidar para substitui-los o vereador Marcos Muniz, popular Chispita a assumir como 1º secretário; Cristiano Sena, para assumi a vice-presidência a DOC; e o vereador Luiz Almeida Santos, conhecido Luiz do Alto (PSL) para ser o 2º secretário.

Sugestão para uma nova eleição: Para o vereador Délcio Mascarenhas (PP), a substituição desses cargos vagos na Mesa diretora da Câmara deve ser feita por meio de eleição suplementar entre os vereadores, “estava ouvindo a leitura da justificação da renuncia dos meus colegas vereadores da Casa e consultei o Regimento Interno da Câmara em seu artigo 29 que diz que a renuncia pelo vereador ao cargo que ocupa na Mesa será feita mediante justificação esclarecida e apresentada em plenário, esse procedimento foi feito. Logo no seu artigo 31, ele diz que para preenchimento do cargo na Mesa haverá eleição suplementares na primeira sessão ordinária seguinte aquela no qual verifica a vaga observando o disposto do artigo 21 e 24 do regimento. Como não realizamos sessões diárias e só semanais, eu solicito ao presidente que suspenda essa sessão e abra outra imediatamente, após 15’ minutos, até que elabore uma chapa para realizar eleição suplementar para restabelecer a nova Mesa diretora da Câmara”, afirmou Délcio. Vereador Francisco Damasceno, o conhecido “Chico de Dega” (DEM), não concordou com Délcio e disse que não é o momento para se fazer uma eleição, “na história de Santo Antônio de Jesus nunca aconteceu um fato desta natureza, veja bem, Délcio falou ali em regimento interno, mais só é quebrado de acordo com a maioria, é para tirar conflitos, é feito quando há dúvidas, não vejo momento de antecipação para uma eleição suplementar”, disse.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!