‘Política de preços da Petrobras é suicida’, afirma Gabrielli, ex presidente da empresa


Para o baiano José Sérgio Gabrielli, ex-presidente da Petrobras, a solução encontrada pelo governo federal para responder a manifestação dos caminhoneiros não resolve o imbróglio entre a companhia e o valor do diesel nos postos. "Essa solução que o governo encontrou de manter a política de ajustes da Petrobras, compensar a companhia com variações, com redução de impostos e ao mesmo tempo garantindo que os preços ficarão relativamente estáveis por 60 dias é uma bomba de efeito retardado, porque se os preços subirem, os R$ 13 bilhões alocados vão subir muito mais, o que torna inviável e insustentável em termos das contas do governo. É uma política suicida do ponto de vista do futuro”, afirmou. O ex-presidente conversou com a TVE Entrevista Especial sobre o contexto político-econômico brasileiro, a crise na Petrobras e o futuro do país. O programa será exibido na próxima terça-feira (12), às 21h15 e no Facebook do canal.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!