TSE: Vai Julgar Candidaturas Femininas Laranjas.


As chamadas candidaturas femininas laranjas serão julgadas pelo Tribunal Superior Eleitoral. Essas candidaturas são registradas oficialmente para que partidos e coligações cumpram a exigência legal de reservar 30% das vagas a mulheres. A colunista Andreza Matais, do Estado de S. Paulo, revela que um dos casos mais flagrantes é de relatoria do ministro Jorge Mussi, que trata cinco candidaturas à Câmara de Vereadores de Valença do Piauí, com votação inexpressiva, sem realização de atos de campanha ou gastos declarados em suas prestações de conta. O Ministério Público Federal analisa que as candidaturas fictícias colocam as mulheres em “papel figurativo na disputa político-eleitoral” e refletem a “estrutura patriarcal que ainda rege as relações de gênero na sociedade brasileira.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!