Bachelet é indicada para ser chefe de direitos humanos da ONU



O secretário-geral da ONU, António Guterres, indicou a ex-presidente do Chile Michelle Bachelet para ser a nova chefe de direitos humanos da organização, segundo informaram as agências Reuters e EFE nesta quarta-feira (8).


A nomeação de Bachelet ainda precisa ser aprovada pela Assembleia Geral da ONU, composta por representantes de 193 países. Caso seu nome seja confirmado, ela substituirá Zeid Ra'ad al-Hussein, da Jordânia, que deixará o cargo em Genebra no final do mês após mandato de quatro anos.

Bachelet foi duas vezes presidente do Chile, marcando sua gestão pelas causas sociais e defesa dos direitos humanos.


Ligada a luta por democracia em seu país, ela foi torturada na ditadura de Augusto Pinochet e teve seu pai, o general Alberto Bachelet, fiel ao presidente socialista Salvador Allende, morto em decorrência de tortura praticada pelo regime militar.

Após encerrar seu primeiro mandato presidencial, em 2010, a chilena se tornou a primeira diretora-executiva da ONU Mulheres. Pediatra de formação, ela lidera uma aliança internacional para a saúde das mães, os recém-nascidos e as crianças. Com informações da Folhapress.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!