Marqueteiro de Aécio recebeu da Odebrecht sem prestar serviço, aponta PF



A Polícia Federal apontou mais um indício de que entre 2009 e 2010 o marqueteiro do senador Aécio Neves (PSDB) teria recebido dinheiro da empreiteira Odebrecht sem prestar serviço. O inquérito foi aberto em 2017 a partir da delação premiada de executivos da construtora Odebrecht.



Em depoimento, o executivo Sérgio Neves afirmou que, a pedido do senador, a Odebrecht repassou dinheiro por meio de caixa 2 para a campanha de Antonio Anastasia ao governo de Minas Gerais. De acordo com a investigação, a contrapartida seria ajuda à Odebrecht, para a empresa obter benefícios em obras no estado.



De acordo com o G1, a defesa de Aécio Neves afirmou que não houve nenhum ato irregular por parte do senador, que nenhum delator fez qualquer acusação referente à existência de contrapartida pelo senador e que o serviço de publicidade foi prestado. A assessoria de Antonio Anastasia afirmou que ele nunca tratou de qualquer assunto ilícito com ninguém.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!