Mais de 100 tartarugas foram encontradas mortas neste ano no sul da Bahia, diz Tamar



Já foram encontradas neste ano mais de 100 tartarugas mortas nas praias do sul da Bahia. De acordo com o Projeto Tamar, apenas entre agosto e setembro, foram 42. Já em todo o ano de 2017, o número foi de 75.



A entidade aponta que as causas mais comuns para as mortes são ingestão de lixo e captura acidental em redes de pesca.



Em entrevista ao G1, a bióloga Stella Tomás afirmou que o número ainda deve aumentar, já que se inicia o período de reprodução dos animais. "Agora em setembro já começa o período reprodutivo delas, e em outubro elas começam a subir para desovar e ficam mais próximas do litoral. Então o risco aumenta, tanto com a questão de ingestão de lixo, como de captura acidental nas redes", explicou.



A profissional ressaltou que, caso uma pessoa encontre uma tartaruga na praia, morta ou viva, é essencial o contato com o Projeto Tamar. Caso o animal esteja vivo, ressaltou, não se deve pegá-lo e colocá-lo no mar, pela possibilidade de se tratar de uma fêmea a procura de um local para reprodução.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!