Pesquisa mostra 70 milhões “quebrados”



Com nome incluso no SPC, que fez o levantamento junto com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). A inadimplência do consumidor avançou 3,63% em agosto, pelo 11º mês seguido, deixando 62,9 milhões de brasileiros com o noem sujo.

A análise do indicador por região mostra que só na Região Sudeste o aumento foi de 10,52%. Na Região Norte, a alta foi de 3,76%; no Nordeste de 3,22%, no Sul de 2,76% e no Centro-Oeste a menor, 1.87%.

No Norte, metade da população (49%) está no SPC, ou 5,9 milhões de consumidores. Atrás estão o Nordeste, com 17,4 milhões (43% da população); o Centro-Oeste, com 5 milhões (42%); o Sudeste, com 26,1 milhões (39%); e o Sul, com 8,5 milhões (37%).



Por faixa de idade

Na comparação entre agosto de 2018 e de 2017, aumentou em 9,56% a quantidade de inadimplentes de 65 a 84 anos. Atrás estão os entre 50 a 64 anos, com alta de 6,26%; de 40 a 49 (4,77%); e 30 a 39 anos (1,69%).

Em números absolutos, a maior parte está na faixa dos 30 aos 39 anos, com 17,9 milhões de pessoas que não conseguem honrar seus compromissos financeiros. Na sequência, entre 40 e 49 anos (14,1 mi), entre 50 e 64 (13 mi) e entre 65 e 84 anos (5,4 mi).

Na população jovem, são 7,8 milhões de inadimplentes com idade entre 25 e 29 anos e 4,5 milhões de pessoas que tem entre 18 e 24 anos.

O indicador de inadimplência tem como foco de análise todas as informações disponíveis nas bases de dados às quais o SPC Brasil e a CNDL têm acesso. As informações disponíveis referem-se a capitais e municípios dos 27 estados. (Abr) 



Precisamos de sua ajuda

Muita gente lê A Região, mas nos últimos anos a publicidade, que é o que mantém um jornal, tem desaparecido, inclusive por causa da recessão. Alguns jornais passaram a ser pagos na internet, mas não queremos fazer isso.

Manter um jornal impresso e online independente, sem receber propina de políticos, custa caro e é muito difícil. Temos resistido a fechar um jornal de 30 anos que é referência no sul da Bahia. Mas precisamos de ajuda.

Se voce gosta de A Região e acha importante manter um jornal independente, por favor nos ajude doando quanto quiser. Basta clicar neste botão. Ou fazer transferência para Bradesco, ag 0239-9, cc 62.947-2, em nome de A Região Editora Ltda, CNPJ 96.770.516/0001-94. Muito obrigado.


Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!