Prefeitura de Salvador defende contratação de empresa alvo da Lava Jato



A prefeitura de Salvador defendeu a contratação da Engevix Engenharia e Projetos S/A, empresa investigada pela Lava Jato, para supervisionar as obras de requalificação da Praça Castro Alves e da Avenida Sete de Setembro (veja aqui). 



Segundo a administração municipal, foram dadas condições iguais a todos os concorrentes e igual oportunidade de competição na licitação. “O fato de estar sendo investigada pela Lava Jato por si só não impede a concorrente de participar de qualquer licitação por ausência de previsão legal para impedi-la de competir, não havendo lastro jurídico no Estado Democrático de Direito para alijar a concorrente do presente certame”, declarou a prefeitura da capital baiana.



“Existe certidão negativa da empresa perante o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Certificado de Registro Cadastral da Engevix no Estado da Bahia, onde consta a situação como ‘Ativo’ e ‘Normal’”, completou a gestão municipal, em nota. 



A Engevix Engenharia e Projetos S/A teria cometido irregularidades em licitações e na execução dos contratos para elaboração dos projetos executivos da Usina Termonuclear de Angra 3. As ilegalidades chegaram a R$ 20,2 milhões, apontaram as apurações. 



O nome da empresa apareceu novamente na Operação Greenfield, que investiga operações irregulares com fundos de pensão de empresas estatais.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!