Secretaria de Saúde de Ibicaraí abastece Unidades Básicas de Saúde com remédios para a população








A Secretaria Municipal de Saúde de Ibicaraí abasteceu essa semana nove das 11 Unidades Básicas de Saúde (UBS) mais o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) com 60 tipos de medicamentos e pretende, até a próxima segunda-feira, dia 3, abastecer as duas UBS restantes.

No total, só em agosto, foram gastos em medicamentos R$ 62.650,93, sendo que o Governo Federal entrou com R$ 31.325,47. A contrapartida trimestral do município é da ordem de R$ 15.662,73. Só que a prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde dobrou esse valor para o mês de agosto e colocou mais R$ 15.662,73, totalizando R$ 31.325,46. Falta receber ainda a contrapartida do Estado da ordem de R$ 18.500,00. Vale salientar que esses valores são os acumulados do trimestre e só em agosto o município colocou mais de 15 mil reais para comprar remédios.

“A saúde é uma das prioridades do governo União e Trabalho. O prefeito Lula Brandão nos pede diariamente a total atenção com medicamentos nas UBS. Boa parte da população pega mensalmente remédios nos postos. Estamos fazendo o possível para não faltar. Vale salientar que temos uma quantidade estabelecida pelo Ministério da Saúde, através da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME), onde elenca os medicamentos que são de responsabilidade do município, e outros que são chamados ‘estratégicos’, que são de responsabilidade do Estado. Estamos orientando a população a buscar esses medicamentos juntos ao Núcleo Regional Sul-7ª Dires, em Itabuna, quando o medicamento for de responsabilidade do Estado”, disse Domilene Borges, secretária de Saúde.

Segundo Osman Luiz Souza Cardoso, Farmacêutico da Secretaria Municipal de Saúde, nem todos os medicamentos são do município, apenas os da Atenção Básica. “Esses medicamentos são encontrados nos postos. As farmácias funcionam nas UBS. Na secretaria de Saúde fica apenas o CAF, Central de Abastecimento Farmacêutico. É importante saber que esses valores que o município recebe são trimestrais. Esses medicamentos já foram distribuídos para nove postos de saúde e o CAPS e até segunda-feira distribuiremos nas demais UBS. Para receber medicamento controlado do CAPS é preciso ter receita médica e estar devidamente cadastrado. Outra informação importante é que a receita não pode ter mais que três meses de validade”, disse Osman.



Assessoria de Comunicação – Ibicaraí
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!