Cerca de 25% dos títulos de Ilhéus, Ubatã e Coronel João Sá são cancelados pelo TRE-BA



Os municípios de Ilhéus, Ubatã e Coronel João Sá perderam cerca de ¼ do seu eleitorado para as eleições deste ano. Após uma revisão no cadastro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) e a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de impedir eleitores que tiveram os títulos cancelados no estado por falta de recadastramento biométrico, os municípios tiveram queda de aproximadamente 25% do eleitorado neste ano, em relação a 2016. 



Enquanto a revisão cancelou cerca de 3 mil títulos de eleitor de Ubatã e Coronel João Sá, que tem mais de 12 mil votantes cada, dados do TRE-BA estimam que quase 28 mil títulos foram cancelados em Ilhéus, 138 por falta da biometria. Comandada pelo PSD no estado, a cidade tinha cerca de 130 mil votantes antes do corte, em 2016. 



No total, a revisão da Justiça Eleitoral foi responsável pelo cancelamento de 586 mil documentos em todo o estado, número que representa 5% do total. Salvador e Feira de Santana tiveram os maiores números absolutos no corte. Enquanto a capital baiana perdeu 268 mil títulos, quase 1,4 mil por causa da biometria. Feira terá 48 mil votantes a menos no cadastro deste ano. Os números representam, em média, 15% e 12% do eleitorado das cidades, respectivamente.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!