Haddad chama Edir de ‘charlatão’; líder da Universal processa


Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência da República, subiu o tom contra seu adversário, Jair Bolsonaro (PSL), e aliados do capitão reformado. Após participar de uma missa em uma igreja católica no Jardim Ângela, zona sul de São Paulo, o petista classificou como “fome de dinheiro” o apoio dado ao candidato pelo bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da TV Record. Haddad também o chamou o religioso de “charlatão”. “Sabe o que é o Bolsonaro? Ele é o casamento do neoliberalismo desalmado, representado pelo Paulo Guedes, […] com o fundamentalismo charlatão do Edir Macedo. Isso é o Bolsonaro”, disse. Haddad e a candidata a vice de sua chapa, Manuela D’Ávila, participaram da missa para celebrar o dia de Nossa Senhora Aparecida. O petista tem se aproximado de católicos, uma vez que Bolsonaro é apoiado por líderes de igrejas evangélicas e possui o amparo da chamada “bancada da Bíblia” no Congresso. Na quinta-feira, 11, Haddad se encontrou com Dom Leonardo Steiner, secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A instituição, que não declarou apoio oficial ao petista, pediu para que eleitores escolham, neste segundo turno, candidatos comprometidos com a democracia.


Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!