Casal é preso suspeito de matar mulher em Buerarema


Um casal foi preso nesta quinta-feira (22) suspeito de matar Simara Ferreira dos Santos, de 41 anos, em Buerarema. Os dois foram identificados como Roberlan Ferreira de Souza e Sheila Fernanda Pereira dos Santos. Segundo a Polícia Civil, a vítima tinha um caso com Roberlan e a suspeita é de que o crime tenha ocorrido durante uma discussão entre o casal e a mulher. O assassinato aconteceu na casa de Simaria, em agosto dete ano. O casal nega o crime. Ainda conforme a polícia, o irmão de Roberlan, que é sargento aposentado da Polícia Militar, também foi detido nesta quinta, por dificultar as investigações sobre o caso. O homem foi identificado como José Roberto Souza Pena . Os três suspeitos tiveram mandado de prisão temporária cumpridos em ação realizada durante a manhã. O casal foi levado para o sistema prisional. Já o sargento foi encaminhado para o 15º Batalhão de Polícia Militar. O caso está sob investigação. Simara Ferreira dos Santos foi encontrada morta pela irmã, dentro da casa onde morava, na noite de 2 de agosto. De acordo a polícia, a vítima morava sozinha e os portões da casa dela estavam abertos, sem sinais de arrombamento. A polícia informou que, segundo depoimento da irmã da vítima, Simara estava deitada na cama e apresentava sinais de afundamento no crânio. Havia também marcas de sangue no colchão. Após necrópsia, segundo a polícia, foi constatado que a vítima teve a cabeça batida contra a parede. (G1)
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!