Justiça solta nove presos da ‘Sem Fundos’, fase 56 da Lava Jato



A juíza substituta Carolina Moura Lebbos, da Justiça Federal de Curitiba, mandou soltar nove presos da Operação Sem Fundos, a 56ª fase da Lava Jato. Os suspeitos estavam detidos desde a sexta-feira, 23, quando foi deflagrada a investigação que mira superfaturamento de R$ 1 bilhão da construção da Torre Pituba, sede da Petrobrás em Salvador, e pagamento de R$ 68 milhões de propinas a ex-dirigentes da estatal, do Fundo Petros e do PT. A Operação Sem Fundos cumpriu 20 mandados de prisão, sendo 14 de prisão temporária. Destes, o marqueteiro Valdemir Garreta, ligado ao PT, e outros dois suspeitos tiveram suas prisões convertidas em preventivas, e Marice Correa, cunhada do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, teve sua prisão temporária prorrogada por mais cinco dias. Os nove libertados são os executivos Elmar Varjão, Manuel Ribeiro Filho e José Nogueira, da OAS, Márcia Mileguir, Gilson Alves, Irani Rossini (ligada à Chibasa Projetos de Engenharia, empresa responsável pelo projeto executivo da Torre Pituba), Jailton Andrade, André Petitinga e Marcos Felipe Mendes Pinto, da Mendes Pinto Engenharia, responsável pelo gerenciamento da obra. A magistrada afirma que há ‘fundada suspeita do envolvimento dos investigados em crimes de corrupção, lavagem de capitais, fraudes, crimes contra o sistema financeiro nacional, além de associação criminosa’ e por isso determinou medidas cautelares após a soltura. Entre as condições impostas pela juíza estão a entrega do passaporte e a proibição de deixar o país ou mudar de endereço e comparecimento aos atos do processo na Justiça.

Estadão
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!