Mulheres baianas vivem nove anos a mais do que os homens, aponta IBGE



No país como um todo e em todos os estados, as mulheres têm expectativa de vida maior que a dos homens. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Bahia é o segundo estado com a maior diferença entre os gêneros (9,2 anos). Em 2016, a taxa das mulheres baianas subiu de 78,2 anos para 78,4. Enquanto a esperança de vida ao nascer do sexo masculino passou de 69 anos para 69,3.



De acordo com os dados divulgados nesta quinta-feira (29), a diferença é menor que a verificada em Alagoas (9,6 anos) e maior que a média nacional (7,1 anos). O IBGE também revelou que a chance de uma pessoa da Bahia de 60 anos chegar aos 80 é de quase 90%.



MORTALIDADE INFANTIL

Conforme os dados do IBGE, a taxa de mortalidade infantil é a 8ª maior do país, além de ser superior à média nacional (12,8 por mil). Segundo a pesquisa, a cada mil crianças nascidas vivas estima-se que 16,6 morriam antes de completar 1 ano de idade. Entre os estados com as menores taxas estão Espírito Santo, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo (todos com menos de 10 mortes por mil nascidos vivos).
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!