Justiça decreta novo bloqueio de R$ 5 bi da Vale



A juíza Perla Saliba Brito, da Comarca de Brumadinho, determinou o bloqueio de mais R$ 5 bilhões da mineradora Vale. A informação foi confirmada pelo Ministério Público de Minas Gerais. O montante deverá garantir a reparação de danos para as pessoas do município mineiro atingidas pelo rompimento de barragem na mina Córrego do Feijão. O pedido para o novo bloqueio foi feito por meio de ação cautelar antecedente proposta pelos promotores Maria Alice Costa Teixeira, Marcelo Schirmer Albuquerque, Cláudia Spranger e Márcio Rogério de Oliveira. Além do bloqueio, a sentença determina que a mineradora deverá se responsabilizar pelo acolhimento dos desabrigados em hotéis, pousadas ou imóveis alugados. Os atingidos deverão ser ouvidos para escolherem a forma de abrigamento. A Vale também deverá custear a alimentação e garantir o fornecimento de água potável. A nova decisão obriga a mineradora a disponibilizar equipes multidisciplinares com assistente social, psicólogo, médico e arquiteto para os moradores atingidos. A sentença ainda estabelece que a Vale deverá prestar apoio para familiares de vítimas que já tiveram o óbito confirmado, inclusive nos gastos com sepultamento. A Vale deverá divulgar boletins informativos sobre as pessoas desaparecidas a cada seis horas e, semanalmente, precisará informar para a Justiça onde estão abrigadas as famílias retiradas de suas moradias.

Estadão
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!