Kim pede ao STF voto aberto na eleição do presidente da Câmara



O deputado federal eleito Kim Kataguiri (DEM-SP) ingressou hoje no Supremo com mandado de segurança para garantir liminar que obrigue a realização da eleição para a presidência da Câmara por meio de voto aberto e não secreto, como ocorre atualmente. No primeiro mandato, Kataguiri é um dos candidatos ao cargo, que tem seu colega de partido, o atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), como postulante mais forte. O Supremo já decidiu que no Senado a sessão será aberta e não secreta. O que significa que a decisão liminar do ministro Marco Aurélio Mello poderá ser estendida para a Câmara. O Senado ainda não decidiu se irá recorrer. Especula-se que a Casa pode simplesmente ignorar a decisão liminar no dia da eleição. O voto aberto dificulta traições e a escolha de candidatos impopulares frente ao eleitorado. No Senado, Renan Calheiros (MDB-AL) teria mais dificuldades em se eleger.

Estadão
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!