Empresa de incineração é fechada em Jequié



Por meio de denuncia do líder comunitário Manoel Antonio de Souza (Manoel da Feijoada), encaminhada a Secretaria Municipal de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente (SEIMA), conseguiu embargar o funcionamento da empresa Terra Azul Soluções Ambientais Eirele ME, que estava fazendo prestação de serviço em Jequié no tratamento dos resíduos sólidos. A empresa estava funcionando no KM 678 na BR-116 no Distrito de Baixão.

A empresa Terra Azul Soluções Ambientais não esta apta para exercer as funções de tratamento de resíduos sólidos. Os ficais da Seima observaram também que não existe sinalização no local, não possui sistema de exaustão e de tratamento de odores, sistema de laboratório para caracterização de resíduos das cinzas da incineração, não se sabe a destinação do produto final. A equipe observou que não tinha um técnico responsável pela empresa, para assinar os laudos. Em uma área foram encontrado o descarte do resíduo perigoso e a chamada torta de filtro diretamente jogada no solo no mesmo local. Foram verificados ainda plásticos, embalagens de produtos químicos, latas entre outros.

Enfim, a usina conforme visto pelos fiscais está com aspecto abandonado, mas segundo pessoas entrevistadas funciona esporadicamente e continua recebendo os resíduos perigosos de Jequié e região.

Os técnicos concluíram diante do exposto, recomendar que o responsável pela empresa Terra Azul Soluções Ambientais suspender imediatamente as atividades de incineração na área inspecionada até apresentação da documentação exigida. A empresa terá 10 dias úteis para que apresente a SEIMA, memorial descritivo da atividade com um profissional responsável, além da apresentação de relatório técnico com medidas saneadoras das irregularidades encontradas o descumprimento da notificação.

A persistência do líder comunitária Manoel da Feijoada talvez tenha evitado um grande prejuízo ecológico, visto que esses resíduos sólidos serão arrastados pelas enxurradas até o leito do Rio Jequiezinho. “Autoridades tem que buscar junto a setores competentes a limpeza do local para que os resíduos de fato não contamine o lençol freático no período de chuva” disse. 

O documento de interdição foi assinado pela zootecnista Carla Silva Santos, pelo engenheiro agrônomo Renildo Peixoto e a Diretora Municipal de Meio Ambiente Maria Alves da Cruz.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!