Crise De Imigrantes Na Fronteira EUA-México Chega a 'Ponto De Ruptura'.



A crise dos imigrantes da América Central que tentam entrar nos Estados Unidos através da fronteira com o México está cada vez pior e chegou a um “ponto de ruptura”, segundo o comissário da Customs and Border Protection, a autoridade da fronteira norte-americana.


Kevin McAleenan deu o exemplo do que está acontecendo numa das instalações da CBP em El Paso, no Texas. “Na segunda e na terça, a CBP começou o dia com 12 mil imigrantes sob custódia. Desde esta manhã (quarta-feira), esse número era de 13.400. Um número alto para nós é 4 mil. Um número de crise é 6 mil. 13 mil é sem precedentes”, revelou numa coletiva de imprensa.

Segundo a BBC, o comissário relembrou que durante vagas anteriores de imigração, a maioria das pessoas que tentava entrar nos Estados Unidos eram adultos solteiros. Mas o panorama é diferente agora. Tratam-se de famílias ou de crianças sozinhas, que portanto não podem ser repatriadas. Ficam sob custódia mas “quase certeza que serão libertadas para permanecerem nos Estados Unidos indefinitivamente”.

Kevin McAleenan destacou que a CBP espera que 40 mil crianças, que entraram sozinhas nos EUA, passem a estar sob a sua custódia até final deste mês.

“Estamos a fazer tudo o que podemos para simplesmente evitar uma tragédia numa instalação da Customs and Border Protection. Mas com estes números, com o tipo de doenças que estamos a ver… receio que seja apenas uma questão de tempo”, alertou o comissário.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!