Professores da UESC podem entrar em greve a qualquer momento




Reunidos em assembleia da Adusc, os professores da Uesc aprovaram o “estado de greve” da categoria. A medida é um alerta ao governo Rui Costa, que não recebe os docentes há mais de um ano e “segue aprofundando os ataques aos salários e direitos”, segundo nota da entidade.

Os quatro anos sem recomposição da inflação se soma a uma longa espera pelo cumprimento de progressões e promoções, o aumento na contribuição previdenciária e a alteração no limite da carga horária docente em sala de aula para professores em regime de Dedicação Exclusiva.

A categoria diz que está disposta a iniciar uma greve a partir de abril. Um comando de mobilização foi criado com o objetivo de efetivar ações de mobilização interna e conscientização da sociedade. O estado de greve é um período que antecede uma possível greve, um alerta e um ultimato.

FÁBIO ROBERTO







Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!