Temer vira réu no caso de ex-assessor flagrado com R$ 500 mil da JBS



O ex-presidente Michel Temer se tornou réu por corrupção passiva no caso da mala de R$ 500 mil da JBS flagrada com Rodrigo Rocha Loures, ex-assessor dele. A denúncia, feita pelo Ministério Público, foi acolhida por Rodrigo Bentemuller, juiz da 15ª Vara da Justiça Federal em Brasília.



“Verifico que há substrato probatório mínimo que sustenta a inicial acusatória , existindo, portanto, justa causa para a deflagração da ação penal”, disse o juiz na decisão, divulgada pela TV Globo.

Segundo o G1, Loures já é réu no mesmo inquérito. Ele recebeu a mala com o dinheiro do ex-executivo da J&F Ricardo Saud. O MP considerou que o valor era propina destinada a Temer. O emedebista nega.

A denúncia do caso ocorreu em 2017, quando Temer estava no Planalto.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!