Ilhéus: Família de bebê com doença rara faz campanha para achar doador de medula


Uma campanha procura doador de medula óssea para uma bebê de apenas dois meses que mora em Ilhéus. A iniciativa foi criada por familiares da criança. Segundo a TV Santa Cruz, os esforços são para cuidar da saúde da pequena Cecília Kruschewsky Bastos da Fonseca, que nasceu com uma doença imunológica rara. Até o momento, a criança não teve contato com toda a família devido à baixa imunidade provocada pela doença. A bebê tem uma descamação na pele diferente de outras crianças. A menina teve de ficar internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal por uma semana. Depois de receber alta e precisar voltar para o hospital, a bebê foi transferida para tentar o tratamento em Curitiba, no do Paraná. Para doar medula óssea é preciso ter entre 18 e 55 anos de idade, estar em bom estado de saúde, não ter doenças infecciosas ou incapacitantes, nem doenças como câncer ou do sistema imunológico. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Brasil tem cerca de 800 pessoas na fila de espera de um transplante de medula óssea.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!