Adolescente Vítima De Abuso Desiste De Viver e Morre Ao Lado Dos Pais.



"(Sobre)viver. No meu livro, você vai ler como eu faço. Ou, pelo menos, como eu tento."


Assim resumiu a holandesa Noa Pothoven em sua autobiografia intitulada Winnen of leren ("Ganhar ou aprender", em tradução livre), em que narra anos de sofrimento após ter sido vítima de abuso sexual e estupro na infância.


No domingo passado (1), a jovem de 17 anos morreu em sua casa em Arnhem, na Holanda, conforme confirmou sua irmã à publicação holandesa "AD", após anos de estresse pós-traumático, depressão e anorexia em decorrência dos abusos que sofreu no passado.


Embora muitos veículos tenham informado que ela morreu por meio de eutanásia, as circunstâncias da morte ainda não estão claras. Segundo o site Dutch News, uma parlamentar local teria visitado a jovem para se despedir e, por meio de um comunicado, afirmou: "Até onde eu sei, ela morreu porque não comia mais".


Na Holanda, a eutanásia pode ser solicitada e aplicada em casos de sofrimento psicológico insuportável. No caso de Noa, ainda há informações desencontradas. Enquanto alguns veículos de imprensa informam que os médicos estavam presentes, outros afirmam que a morte da jovem foi acompanhada apenas pelos pais.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!