Consórcio Nordeste fala em 'falta de celeridade' do governo federal com manchas de óleo


Governadores dos nove estados do nordestinos, componentes do Consórcio Nordeste, se reuniram nesta quarta-feira (6) em Recife (PE). Os gestores estabeleceram pontos de preocupação e explicações em carta. A Bahia foi representada pelo vice-governador João Leão (PP).

O grupo novamente manifestou preocupação em relação às manchas de óleo que atingem o litoral da região desde o início de setembro. Eles falam em "preocupação à falta de celeridade no processo de combate e contenção às manchas de óleo por parte do Governo Federal, tendo em vista que o Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por óleo ainda não foi colocado, na sua concretude, em prática”.

Dentre outros assuntos, o consórcio se manifestou contrário à PEC que possibilita mudanças no Paco Federativo. Inclusive, por conta disto, uma das medidas propostas pelo governo Bolsonaro pode extinguir pelo menos nove municípios da Bahia.

“Infelizmente, o Governo Federal insiste no modelo de tratar questões fundamentais ao País sem estabelecer minimamente discussão prévia tão salutar na construção dos consensos necessários ao nosso País. Destacamos ainda que, ao mesmo tempo que vislumbramos nas ações propostas algumas que nos parecem importantes, também nos preocupa àquelas que apontam para o aumento das desigualdades sociais através da redução do serviço público prestado às parcelas mais vulneráveis e à destinação dos recursos existentes dos fundos”, diz trecho da carta.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!