Sigilo De Escutas Da Lava Jato Depende De Gravidade De Crime.



A força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba afirmou neste domingo (24) que o grau de sigilo das escutas telefônicas realizadas durante as investigações do caso variou de acordo com a gravidade dos crimes revelados pelos diálogos interceptados pela Polícia Federal. 


Reportagem publicada pelo jornal Folha de S.Paulo neste domingo mostrou que nenhum caso de interceptação telefônica da operação teve divulgação tão ampla como o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), cujos telefones foram grampeados pela Polícia Federal em 2016.

"Quanto maior a gravidade dos fatos, menor o grau de sigilo", afirmou a força-tarefa, em nota em que critica a reportagem da Folha de S.Paulo. "A decisão no caso envolvendo o ex-presidente Lula seguiu esse mesmo princípio, sendo devidamente fundamentada."
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!