ONU e OEA Serão Contatadas Para Investigar Mortes Em Paraisópolis.



A Organização dos Estados Americanos (OEA) e a Organização das Nações Unidas (ONU) serão contatadas para que apurem um eventual abuso policial na ação que resultou na morte de nove jovens em Paraisópolis na madrugada de domingo (1º). O pedido será feito pelas entidades ligadas à defesa dos direitos humanos Coalizão Negra por Direitos e Conectas, que também planejam uma manifestação na quarta (4).

Eventuais abusos na ação em Paraisópolis, na opinião dos deputados estaduais Carlos Giannazi (PSOL) e José Américo (PT), também devem ser esclarecidos pelo secretário de Segurança Pública de São Paulo, general João Camilo Pires de Campos, e pelo comandante da PM, Marcelo Vieira Salles. Os parlamentares solicitaram à Assembleia Legislativa de São Paulo a convocação deles para uma explanação sobre a ação policial.

Nesta mesma linha de raciocínio, de implicação de responsabilidade por parte da PM nas mortes dos jovens, o procurador-geral de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Smanio, designou uma promotora do júri para acompanhar a investigação.

Participaram do encontro os deputados Paulo Teixeira (PT-SP), Carlos Zaratini (PT-SP) e Erica Malunguinho (PSOL-SP), bem como representantes da OAB, do Sindicato dos Advogados de São Paulo, do grupo Prerrogativas, da Rede Contra o Genocídio da População Jovem, do IDDD (Instituto de Defesa do Direito de Defesa) e da Fundação Alana.

Para a Associação de Moradores de Paraisópolis há um descaso por parte dos governos estadual e municipal sobre o assunto. Os moradores afirmam que os governantes não os procuraram em nenhum momento.

“Não recebemos lamento nem posicionamento. Parece que foi só mais um caso, o que é triste”, diz o presidente da associação, Gilson Rodrigues. “Se fosse em bairro rico, teriam vindo até vestido de bombeiro”. As informações são da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!