RJ Concede R$ 302 Milhões Em Incentivos Para Receber F-1.



O Governo do Estado do Rio de Janeiro aprovou R$ 302,4 milhões em incentivos fiscais à empresa Rio Motorsports, que venceu licitação para construir um autódromo na região de Deodoro (zona oeste da capital). O objetivo do projeto é que o local receba o GP Brasil de F-1 em 2021 e 2022. A informação foi publicada inicialmente pelo UOL e confirmada pela reportagem.


O contrato atual da FOM, empresa do grupo Liberty e braço comercial da categoria, com a cidade de São Paulo vai até a prova de 2020.


A verba aprovada pelo governo do Rio será repassada em quatro parcelas anuais e não cumulativas, conforme o projeto proposto pela empresa e aprovado pela Lei de Incentivo ao Esporte estadual.

Em 2019, o repasse será de R$ 30 milhões, aumentará para R$ 60,6 milhões em 2020 e 2021 e, em 2022, chegará a R$ 151,2 milhões.

O repasse da última parcela está acima do atual teto de renúncia fiscal da Lei de Incentivo ao Esporte, R$ 138 milhões. Segundo a assessoria de imprensa do governo, a projeção de R$ 151,2 milhões está fundamentada na expectativa do aumento da arrecadação, através de melhorias na economia e também no estudo de impacto financeiro que a F-1 trará para o Rio de Janeiro.

"Para cada ano de realização da prova, a estimativa é de que o impacto direto e indireto para a economia do estado do Rio de Janeiro chegue a US$ 160 milhões, cerca de R$ 670 milhões no câmbio atual, valor baseado em etapas já ocorridas no país e no mundo", afirmou em nota a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Esporte. "Sem contar a projeção da imagem do Rio de Janeiro em todo o mundo pela cobertura que a mídia internacional faz da Fórmula 1."

A nota também ressalta que a concessão está condicionada à apresentação e validação do patrocinador. Pela lei que rege o incentivo ao esporte, empresas podem repassar até 3% do ICMS a ser recolhido para projetos. O da Rio Motorsports foi apresentado com o nome de "Fórmula 1 Rio de Janeiro de 2021-2030".

A promessa é que a construção do circuito de Deodoro, orçada em R$ 697 milhões, seja quitada apenas com recursos privados. Esse repasse de R$ 302,4 milhões, de acordo com a assessoria do governo do Rio, não poderá ser aplicado na construção do autódromo.

Com o aval da comissão de aprovação de projetos, na última quinta-feira, JR Pereira viajou para o GP de Abu Dhabi e apresentou a ata para Carey como uma garantia para arcar com a taxa de promotor. A Rio Motorsports teria oferecido US$ 35 milhões (R$ 147 milhões) anuais para receber a prova.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!