Suspeito De Estuprar Jovem Após Dar Carona é Preso Quatro Meses Após Crime.



O homem suspeito de estuprar uma jovem de 21 anos, após dar carona à vítima, na cidade de Planalto, no sudoeste da Bahia, foi preso na terça-feira (10). Jaimilton Alves estava foragido há quase quatro meses, já que a prisão dele foi decretada no dia 13 de agosto, cerca de oito dias após o crime.


O suspeito foi preso no Fórum de Planalto, após se apresentar à Justiça para a audiência de instrução do caso de estupro, onde os envolvidos na ação foram ouvidos. Ao final da audiência, ele foi conduzido pelos policiais para a delegacia de Planalto.


Caso

O crime ocorreu na madrugada de 5 de agosto deste ano. Conforme informou a Polícia Civil da região, a vítima, que não teve a identidade revelada, já conhecia Jaimilton Alves, e junto com quatro amigas que estavam com ela em um bar, pegou carona com o suspeito.

A vítima foi a última a ficar no carro com o Jaimilton, que desviou o caminho e levou a jovem para casa dele.

Conforme o delegado, a vítima contou que, ao chegar no imóvel, tentou resistir mas foi obrigada a entrar na casa e foi estuprada. Após o crime, a jovem procurou o Hospital Nilton Ferreira dos Santos, junto com a mãe.

O delegado informou que o médico que atendeu a vítima fez um relatório constatando indícios de estupro.

Um dia após o crime, moradores de Planalto se mobilizaram e protestaram em frente à delegacia da cidade e também na porta do fórum, para pedir justiça.

(G1/BA)
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!