Bolsonaro Diz Ter Suspeitas Sobre Morte De Marielle, Mas Não Diz Quais.



O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse neste sábado (4) ter desconfianças sobre quem matou a vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) e seu motorista, Anderson Gomes, mas não apresentou nenhum nome ou indício a respeito. 


Ao fazer uma transmissão ao vivo em rede social, na qual discorreu sobre vários temas, ele declarou, laconicamente: "Tenho minhas suspeitas de quem matou Marielle, suspeitas apenas, né?"

A fala se deu num momento em que o presidente reclamava de suposta perseguição promovida pelo governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), e da Polícia Civil do estado contra ele e seus familiares em investigações.

Bolsonaro citou o porteiro do condomínio no qual tem casa, no Rio, que disse em depoimento que Élcio Queiroz, ex-policial militar preso por envolvimento na morte de Marielle, esteve no local no dia do crime e afirmou na portaria que iria à sua residência. 

Conforme o depoimento, noticiado inicialmente pela TV Globo, em outubro, ao interfonar para a casa de Bolsonaro, um homem com a mesma voz do presidente teria atendido e autorizado a entrada. O suspeito, no entanto, teria ido a outra casa dentro do condomínio, a de Ronnie Lessa, também preso sob suspeita de participar do crime. 

Naquela data, Bolsonaro estava em Brasília. A contradição no depoimento também foi noticiada pela TV Globo.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!