Hospitais Fechados Em Itabuna e a Crise Atual Na Saúde!.








O Hospital Maria Gorete já foi orgulho para o povo da Mangabinha e já serviu várias gerações de pessoas não só de Itabuna, mas também da região. Do começo dos anos 90 pra cá entrou em decadência, foi desativado e invadido por clandestinos, depois abandonado por estes, até que se tornou isso aí que vemos nessas fotos. Um triste retrato do abandono da cidade de Itabuna. (Fonte: Zé Mangabinha, Dezembro de 2008). 
Informamos que o contrato existente entre Santa Casa de Misericórdia de Itabuna e a Secretaria Municipal de Saúde que garantia o funcionamento do Hospital São Lucas findou no dia 31 de maio e não foi renovado, levando a interrupção dos serviços nesta data.
(Fonte: Políticos do Sul da Bahia, Junho de 2018). A suspensão no atendimento de crianças pelo Sus no Cemepi (Centro Médico Pediátrico de Itabuna) acende mais um problema na cidade: a sobrecarga no Hospital Manoel, única alternativa que restou para os pais levarem os filhos que apresentarem algum problema de saúde. (Fonte: Diário Bahia, Setembro de 2018). A crise na saúde de Itabuna ganhou novos contornos nesta semana. A direção do Hospital São Judas anunciou o fechamento da unidade em 21 de setembro, caso perdure a situação da falta de novos recursos. O hospital suspendeu novas internações, está praticamente sem medicamento e alimentação e ainda não pagou o décimo terceiro salário do ano passado. (Fonte: Pimenta, Setembro de 2014). Vale dizer que além dos hospitais supracitados ainda existe a tão sonhada UPA do São Caetano ao lado do bairro Fonseca que teve um investimento de mais de 2 milhões e hoje está abandonada, deteriorada e quem pagou por este prejuízo foi a população. O que falar dos funcionários da Maternidade Ester Gomes, conhecida popularmente como Maternidade da Mãe Pobre, que estão há 4 meses sem receber salários e com o décimo terceiro em atraso.
A crise é tão nítida que os funcionários chegaram a divulgar em rede social uma campanha para arrecadar alimentos para ajudá-los. 
A mesma maternidade não está atendendo e por isso as crianças são direcionadas para o Hospital Manoel Novaes onde este já foi palco de muitas matérias de nosso blog devido a dificuldade em receber gestantes e ter que esperar a Regulação para enviar para outras cidades tais como as duas senhoras de Itabuna que foram para Jequié porque o hospital não tinha vagas disponíveis.

Fonte: Itabuna News A Noticia... Como Ela é.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!