Após Moro culpar PM-BA por morte de miliciano, Rui diz: 'Deixa quem entende do crime falar'


O governador da Bahia, Rui Costa, evitou comentar hoje (13) sobre as declarações do ministro da Justiça, Sergio Moro, de que a Polícia Militar baiana precisa explicar morte do miliciano Adriano da Nóbrega.


"Não entendo de miliciano, não entendo de nada do mundo do crime. Deixa quem entende está falando", disse Rui.


Moro, que participava de uma audiência na Câmara dos Deputados, foi questionado sobre por que o nome do ex-policial militar não constava na lista dos mais procurados divulgadas no fim de janeiro pela pasta. Ao responder a pergunta, do deputado Paulo Teixeira (PT-SP), o ministro minimizou a questão e responsabilizou a PM da Bahia pelo caso.


“Essa questão da lista é uma questão falsa. Na verdade, não é uma lista de todos os procurados, é uma lista dos mais procurados. E na avaliação técnica que foi feita, essa pessoa específica não entrou. Se vê que sequer foi necessário, porque ela foi encontrada, poucos dias depois, pela polícia da Bahia. E lamentavelmente, as circunstâncias vão ser esclarecidas pela polícia daquele Estado, da Bahia, [ele] acabou sendo vitimado”, disse o ministro.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!