Brasileiros Em Wuhan Chegam Sábado e Ficarão De Quarentena Em Goiás.



O governo decidiu enviar dois aviões para buscar brasileiros e parentes que estão em Wuhan, na China. A cidade é o epicentro da epidemia de coronavírus e está isolada para conter a disseminação da infecção.


Ao chegar ao Brasil, eles ficarão em quarentena na Base Aérea de Anápolis (GO). A previsão é que os aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) deixem Brasília nesta quarta (5) às 12h e voltem ao país até a manhã de sábado (8).

A missão foi anunciada nesta terça-feira (4) pelos ministros da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

Ainda nesta terça, o Brasil declarou emergência de saúde pública por causa do novo coronavírus.

Um PL (projeto de lei) com as regras da quarentena também foi enviado ao Congresso. Por volta de 20h, deputados aprovaram a urgência da matéria. O mérito do texto ainda seria analisado.

O ministro da Defesa afirmou que a base aérea de Anápolis tem boas condições para receber os brasileiros. Segundo ele, o local atende o demandado por protocolos de saúde.

Está prevista na base a possibilidade de uso de diferentes protocolos de segurança, conforme a gravidade da situação, divididos nas cores branca, amarela e vermelha.

"Tem condições de aqueles em quarentena inicialmente chegarem a uma área branca. Qualquer problema, passamos a uma área amarela, tudo com apartamentos individuais. E, caso necessário, uma área vermelha, com evacuação aeromédica para o Hospital das Forças Armadas, em Brasília", disse.

A previsão atual é que 29 pessoas venham da China, incluindo sete crianças. É possível que o número mude conforme o governo receba novos pedidos de evacuação.

Silva afirmou que as pessoas que apresentarem sintomas antes da viagem não poderão vir ao Brasil.

Segundo ele, o período normal de quarentena são 14 dias, mas o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, solicitou o uso de uma margem de segurança de cerca de 20%. "Então serão 18 dias", afirmou.

Brasileiros que vivem em Wuhan começaram a receber um formulário para ser preenchido com informações pessoais e condições para retorno ao país – como ausência de sintomas e concordância por quarentena ao chegar no Brasil. Ao menos 15 pessoas já enviaram informações.

Durante a quarentena, visitas serão proibidas. O projeto de lei autoriza a realização compulsória de exames médicos, testes laboratoriais, coleta de amostras, vacinação e tratamento médico de eventuais portadores da doença.

Equipes também devem aferir dados três vezes ao dia. Também serão coletadas amostras respiratórias no primeiro e no 14º dia, diz o documento, assinado pelo Ministério da Defesa, Saúde e Relações Exteriores.

Os aviões para a evacuação deverão sair da capital federal e fazer escalas em Fortaleza (CE), Las Palmas (Espanha), Varsóvia (Polônia) e em Ürumqi (China) até chegar a Wuhan, na província de Hubei. O trajeto de volta é idêntico, no sentido inverso.

Duas aeronaves são necessárias, segundo os ministros, para dar mais espaço entre os brasileiros por questão de segurança.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!