Mortes por coronavírus na África pode chegar a 3,3 milhões se não houver prevenção, diz ONU



Um estudo da Organização das Nações Unidas (ONU) estimou que o continente africano poderá registrar 300 mil mortes e 122 milhões de infectados pela Covid-19. Apesar de preocupantes, os números apresentam o melhor cenário projetado diante do volume de crescimento da doença na região. 



O estudo também estimou o que aconteceria caso as nações africanas não adotassem medidas especiais por conta da pandemia. Neste cenário, seriam 3,3 milhões de mortes e 1,2 bilhão de infectados, infomrou o UOL.



O continente africano ainda está no estágio inicial de propagação do coronavírus. Até o momento são 18 mil casos confirmados e cerca de 800 óbitos. Um relatório da União Africana projetou que a crise custará cerca de 20 milhões de empregos. 



A ONU acredita que sejam necessários US$ 100 bilhões para oferecer um apoio imediato às nações africanas. A organização vem buscando formas de arrecadar o dinheiro por meio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e o próprio continente é responsável por gerenciar o emprego dos recursos pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças Africano, diz a reportagem.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!