Ações de Rui Costa e ACM Neto seguem bem avaliadas



O prefeito de Salvador, ACM Neto, e o governador da Bahia, Rui Costa, seguem bem avaliados pela população na condução das medidas de combate ao coronavírus. Segundo pesquisa A TARDE/DataPoder360, os dois possuem aprovação acima da média nacional.

Rui apresentou queda na boa avaliação em relação ao primeiro levantamento. Saiu de 61% de ótimo e bom para 56%. A média nacional é de 45%, aferiu o instituto. Aqueles que encaram a condução como ruim ou péssima oscilaram dentro da margem de erro, de 7% para 9%, regular oscilou de 27% para 28%.

O cientista político Cláudio André Souza atribuiu a queda do governador aos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. “Este declínio pode decorrer do confronto do governador com a base bolsonarista, que tem radicalizado suas posições e mobilizações na última semana. Além dos ataques feitos por Bolsonaro aos governadores (algo que precisaria ser observado nos outros estados) e o ataque do presidente chamando as ações do governador baiano de ‘palhaçada’, Rui preside o Consórcio Nordeste, o que incomoda o presidente, por liderar a crise”, explicou.

As medidas mais restritivas de Rui Costa na Bahia encontram maior apoio nos mais ricos, que ganham mais de 10 salários mínimos (68%), nos instruídos com ensino superior e fundamental (61%), idosos (60%) e mulheres (62%). O resultado também reflete a disparidade no apoio entre o interior do Estado (mais pobre) e a região metropolitana de Salvador. Na RMS, 70% da população avalia a condução do governador como ótima ou boa. No interior, o percentual cai para 52%.

Já o prefeito ACM Neto viu um crescimento de 73% para 77% no percentual de pessoas que avaliam suas medidas como ótimas ou boas. O índice está acima da média dos outros prefeitos baianos, que têm avaliação positiva de 49% da população das cidades que governam. Na capital, o desempenho do governador Rui Costa é melhor avaliado e manteve-se estável em relação ao primeiro levantamento. Oscilou de 71% para 72% de ótimo e bom. Ruim e péssimo somam 6% nesta última pesquisa; regular, 21%.

Quem tem o pior desempenho na capital baiana é o presidente Jair Bolsonaro. A reprovação da condução dele no combate à pandemia cresceu 15 pontos percentuais desde a última pesquisa. A avaliação de que sua atuação é ruim ou péssima pulou de 48% para 63%. O percentual de ótimo e bom desceu de 24% para 17%. Regular também teve queda de 25% para 20%.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!