Itabuna: Câmara propõe repassar recursos na luta contra Coronavírus e manda carta ao governador


O presidente da Câmara de Itabuna, Ricardo Xavier, enviou ontem (21) uma carta ao governador Rui Costa em que informa sobre a disponibilidade de devolver parte do duodécimo ao Executivo. Junto com os valores a serem repassados, a Casa propõe um plano de ação conjunta, através de convênio com a UESC (Universidade Estadual de Santa Cruz) e a UFSB (Universidade Federal do Sul da Bahia), contra o avanço da Covid-19 no município.
Uma série de providências está em vista, para que seja viabilizada, entre outras medidas, a aplicação de testes para diagnosticar a doença entre os itabunenses. “O objetivo principal é obter, por meio de pesquisas de campo e testagem da população, dados e informações seguras para subsidiar ações governamentais voltadas ao combate da pandemia, subsidiando, inclusive, as tomadas de decisões relativas à necessidade de permitir ou restringir a circulação de pessoas, de acordo com as tendências apontadas pelos estudos”, diz a correspondência, enviada com cópia para o prefeito Fernando Gomes.
Ao mesmo tempo em que se dispõe a devolver recursos, o Legislativo requere – e informa na carta ao governador– a destinação dessas verbas para o custeio das despesas oriundas do convênio a ser firmado. Afinal, será o responsável pelos levantamentos, por meio de seu Departamento de Estatísticas. O Fundo Municipal de Saúde, além disso, poderá vir a complementar esses recursos.
Comunidade e poder público em parceria
A carta a Rui Costa expõe, ainda, os moldes de uma proposta técnica feita pela Casa, respaldada pelo que esclarecem as autoridades de saúde. Baseada no ciclo de atividade do vírus, de 14 dias, é proposto o procedimento de testagem a cada 15 dias. “O intuito aqui é identificar três resultados: negativos; positivos contaminantes e negativos imunizados”, detalha, sobre dados a serem processados pelo Departamento de Estatística da UESC, e posteriormente analisados pelo professor Rogério Quintella, da UFSB.
Com os devidos dados, o professor indicará informações e protocolos seguros. Daí, junto com autoridades de saúde, Legislativo e Executivo ficam encarregados de discuti-los para a população, “representada por instituições hospitalares, associações e sindicatos, bem como pelo Conselho Municipal de Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde”, acrescenta.

“Celeridade para UTIs”
A carta também roga ao governador para que a SESAB (Secretaria de Saúde do Estado da Bahia) vistorie de forma mais célere os cinco leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) reservados para tratar Covid-19 no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, para que sejam logo habilitados pelo Ministério da Saúde.
Aquele hospital informa que esse número chegará a 15 leitos de UTI. “Assim sendo, queremos contar com a parceria do Governo do Estado para rápida liberação dos equipamentos para a montagem desses leitos, inclusive, aproveitando a recente chegada dos respiradores à Bahia”, pontua a carta.
A Câmara de Itabuna considera que as ações em andamento permitirão dar uma resposta efetiva à sociedade, promovendo a diminuição sustentada da velocidade de contaminação, assim como preservando o sistema de saúde público e conveniado. “Para que possamos retomar, o mais breve possível, à normalidade da vida, observando, sempre, os cuidados que essa situação irá exigir de todos nós”, completa a correspondência
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!