Vasco anuncia demissões no clube e fala em acordo por débitos em atraso



RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Vasco confirmou, em nota oficial emitida na noite desta segunda-feira (11), as demissões de parte de seus funcionários. O clube argumenta que teve de cortar custos devido à crise acarretada pela pandemia do novo coronavírus.


No comunicado, o time ainda afirma ter reduzido vencimentos de alguns, enquanto outros tiveram seus contratos de trabalho suspensos. Não foi informado quantos funcionários foram diretamente afetados, mas são cerca de 50 dispensas.

PUBLICIDADE




O Vasco acrescenta ainda que "foi oferecido, sem exceção, um acordo para parcelamento de débitos em atraso, com pagamento da primeira parcela no ato". Na nota, o time cruz-maltino afirma também que "fica estipulado que o Clube terá de arcar com multa de 50% em caso de inadimplência do pagamento da parcela, devendo haver uma tolerância de 30 (trinta) dias após o vencimento para aplicação da multa".

O Vasco pagou, na última sexta (8), valores atrasados de parte dos funcionários e de jogadores do elenco com vencimentos baixos. Deste modo, reduziu as dívidas correntes com os trabalhadores. O salário referente a fevereiro de quem ganha até R$ 1.800 foi pago. Quem ganha acima deste valor teve R$ 1.300 pagos relativos aos vencimentos de janeiro.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!