EUA não sabem o que fazer com estoque de 66 milhões de doses de cloroquina, diz jornal



Os Estados Unidos têm cerca de 66 milhões de doses estocadas de cloroquina e hidroxicloroquina e as autoridades não sabem o que fazer com elas. A informação foi divulgada pelo jornal "The New York Times".



A agência reguladora de medicamentos (FDA) revogou a autorização emergencial para o uso desses medicamentos em pacientes com a Covid-19. A publicação aponta que essa decisão surpreendeu a Casa Braca, que tinha abastecido o estoque em março. Segundo o Uol, o país inclusive teria recebido medicamentos de uma gigante farmacêutica e de um laboratório paquistanês que não é certificado pela agência.



O presidente Donald Trump é defensor do uso da cloroquina no tratamento do novo coronavírus. O mandatário norte-americano inclusive disse que já usou o medicamento de forma preventiva. No entanto, estudos da Organização Mundial da Saúde e de diversos centros de pesquisa não comprovaram a eficácia do composto.



Inclusive, a OMS já trabalha com outra possibilidade: o dexametasona. Segundo um estudo feito por cientistas da Universidade de Oxford, a droga reduz a taxa de mortalidade da Covid-19 em 1/3.



A cloroquina é defendida pelo presidente Donald Trump para o tratamento da doença. Trump já disse ter usado o medicamento de forma preventiva e que "não se machucou".
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!